CBSurf Junior Tour prossegue em em São Francisco do Sul SC

CBSurf Junior Tour sucesso em São Francisco do Sul

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, céu, multidão e atividades ao ar livre

Márcio David 

Elite da base do surfe brasileiro "arrebentou" no sábado em São Chico

A imagem pode conter: nuvem, céu e atividades ao ar livre

Márcio David 

Apresentado pela marca Silverbay, a segunda etapa do Circuito CBSurf Junior Tour abriu neste sábado o São Chico Brasileiro de Surf 2019 e está reunindo a elite das categorias de base do surfe brasileiro na Prainha (praia da Saudade), em São Francisco do Sul, extremo norte catarinense.
Encerrado o primeiro dia o grande destaque em colocação no ranking provisório é o
catarinense Leo Casal, que subiu da vice para a ponta da Sub 18 mas saiu da prova na Sub 16, que liderava e agora tem a posição ameaçada por nomes como o do paranaense Kainan Meira, seu vice na Sub 16 e já destaque na temporada de base do surf nacional.
Todo Brasil

Atletas de todo o Brasil, entre o Ceará e o Rio Grande do Sul, competem por vagas da Seleção Brasileira, que disputará o Mundial Júnior da ISA (International Surfing Association) no final do ano na Califórnia, Estados Unidos.


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, oceano, água, atividades ao ar livre e naturezaCaio Costa SP Márcio David 

 


Heitor:"Tá sendo muito irado !"
Integrante da seleção catarinense e atleta de São Chico, Heitor Mueller deixou a Sub 14 em 2018 sendo campeão Brasileiro, e na prova em casa vem avançando na Sub 16 e 18 se destacando nas baterias, “Tá sendo muito irado este campeonato. Massa é que eu estou aqui em casa, com a galera do Brasil inteiro reunida, é muita vibe, é um campeonato de equipes, então a galera de todos os Estados do Brasil vem pra cá, e o campeonato fica mais vibe ainda”,falou Heitor.
O maior somatório desse primeiro dia foi do paulista Caio Costa com um total de 15.83 pontos nas duas notas. A maior nota ficou com o catarinense Wallace Vasco, que fez 9,33 na onda melhor pontuada no sábado.
Líder: "Vim mais de 10 vezes"
As duas categorias femininas (Sub16 e Sub18) não foram para a água neste
sábado, mas o mar vai estar ainda com mais igualdade neste domingo. Campeã e líder Sub 18 Júlia Duarte gostou da estreia ser hoje, “as meninas não caíram hoje (Sábado) e eu achei issomuito bom, porque a gentedescansou um pouco mais, pra amanhã entrar e ir com tudo”.
Júlia, que faz 17 este ano, completou “Eu estou liderando atualmente o CBSurf (Na Sub18).¨Ano passado fui Campeã da Sub 18 e fui para o Mundial da ISA, sendo a segunda melhor dasmeninas (Do Brasil no evento). Eu estou bem treinada, vim treinando bastante, gosto deste mar, já ganhei aqui em São Chico, já fiz final, já fiquei em segundo, então eu estou com uma expectativa muito boa porque estou surfando muito bem.”, afirma Julia. “Eu já vim mais de 10 vezes para São Chico, e eu sempre me dei bem, eu sempre gostei desse lugar, tem uma vibe
boa, e eu estou feliz !”, finaliza a atleta.
Seleções pontuam
O CBSurf Junior Tour tem um formato único e tradicional. Além de cinco títulos
individuais por categoria, a equipe de cada estado busca se tornar campeão da etapa e ser líder nacional. Para isso, depende dos pontos de sete dos surfistas da sua delegação em cinco categorias, duas delas com dois atletas pontuando.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, céu e atividades ao ar livre
Esta é a segunda de três etapas do Circuito 2019. A próxima etapa está
prevista para os dias 28 e 29 de setembro, no pico Mar do Macaco, Intermares, Cabedelo, Paraíba.
O ranking final determina os atletas da Seleção Brasileira de Surf Júnior que defenderá o país no seu Mundial (ISA World Junior Surfing Championship) no final do ano, nos Estados Unidos.
Lucas Silva :"Acabei não me encontrando"
 Hediéferson Junior, catarinense de Itapoá e vencedor Sub 18 no CBSurf em São Chico anopassado, falou: "O mar está irado! Tem várias ondas boas, um pouco de vento, mas amanhã vai melhorar, parece que o vento vai parar, e a expectativa é muito boas para todos os atletas que ainda estão no evento. Acabei passando já duas baterias hoje e amanhã eu já estou nas quartas-de-final, e estou muito feliz de poder estar aqui competindo este evento irado !”.
Lucas Silva, da Pipa, Tibau do Sul, Rio Grande do Norte) liderava na categoria Sub 18, mas perdeu na estreia, deixando a liderança do ranking em aberto e provisoriamente ocupada por Leo Casal (Florianópolis/SC), que estava em segundo e competiu duas fases) com êxito.
“Eu vim competir aqui em São Chico, depois de ter ganhado em Itacaré (Bahia)
na primeira etapa, vim atrás de uma vaga no Mundial da ISA na Califórnia, mas acabei
não me encontrando muito no mar. Eu cheguei bem antes, faz cinco dias que eu
cheguei e estou treinando aqui, mas infelizmente na hora da minha bateria acabei não
me encontrando e o moleque precisava fazer uma nota e conseguiu faltando 15
segundos para acabar a bateria. Mas pelo que fiquei sabendo o resultado do ranking
vai ser definido na terceira etapa”, explicou Lucas.
GESTÃO SOCIOAMBIENTAL
O evento conta com Sistema de Gestão Ambiental (SGA) aplicado por
profissional tecnicamente e legalmente habilitado, reduzindo os impactos negativos e
potencializando os impactos positivos.
Os surfistas locais são bastante ativos nas causas socioambientais da região,
como no movimento #SumidoroFree, que luta pela conservação da Bahia da
Babitonga e pela preservação da onda do Sumidouro. A organização do evento junto à
ASP (Associação de Surf da Prainha) estarão produzindo um documentário sobre o

tema durante toda a semana do São Chico Brasileiro de Surf, para aproveitar o
alcance do evento e divulgar nacionalmente o problema. Este produto será uma
pequena contribuição do evento perante a causa local.
A Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul também é muito proativa. Em
2018, durante um evento de surfe na Prainha, aderiu à Campanha Mares Limpos, da
ONU (Organização das Nações Unidas), comprometendo-se a engajar-se e em
executar ações de combate ao lixo nos oceano. Agora, em 2019, está obtendo a
Certificação Internacional Bandeira Azul, entrando para o seleto grupo de praias que
conquistaram este feito no Brasil.
REALIZAÇÃO
A Silverbay apresenta o São Chico Brasileiro de Surf, este final de semana
com o CBSurf Júnior Tour e a seguir com o CBSurf Pro Tour. Ambos contam
pontos para os Circuitos da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), e o CBSurf Pro
Tour também somará pontos para o Circuito Profissional Catarinense. A realização é
da FECASURF (Federação Catarinense de Surf) e da ASP (Associação de Surf da
Prainha), com produção da Swell Eventos.
A Prefeitura de São Francisco do Sul patrocina o evento. Apoiam o evento
também: Pró-Ilha Surfboards; Lord of the Sea; Studio DoZero; Deck 66; Bar do
Banana; Machado Contabilidade; Restaurante Pirata; Kanto da Pizza; Bar Tá na Onda;
Restaurante Harry; Pousada da Ilha; Banana Joe Louge; Rei do Frango; Pastelaria
Enseada; Monteiro Bar e Lanchonete.
A segunda etapa do CBSurf Junior Tour está sendo transmitido ao vivo no
canal do Youtube da Silverbay: https://www.youtube.com/watch?v=3ItFAIW3eTE .
Neste domingo a competição começou às 07:30 da manhã.
FOTOS: Marcio David.