CBSurf estreia Pro Tour e antes leva Júnior Tour de volta à campeã Santa Catarina

    

 

CBSurf estreia Pro Tour e antes leva Júnior Tour de volta à atual campeã Santa Catarina


Palco agora é São Francisco do Sul, a "São Chico" de tradição no surf nacional


A segunda etapa do CBSurf Júnior Tour 2019 abrirá o "Silverbay apresenta São Chico Brasileiro de Surf" já no próximo fim de semana (dias 24 e 25) enquanto a prova  número dois do CBSurf Pro Tour acontece na mesma São Francisco do Sul, Santa Catarina, entre os dias 30, 31 e 1°de setembro, quando então distribui 80 mil reais, valor a ser igualmente dividido entre os melhores do Feminino e do Masculino. 

 Os circuitos da CBSurf valem pontos para  escalações em mundiais da International Surfing Association (ISA), em especial ao ISA Mundial Júnior na Califórnia (EUA)  ao qual não há nenhum nome definido na seleção brasileira até 18 anos, enquanto que na disputa do mundial absoluto (ISA Games 2019 no Japão)  o trio Gabriel Medina, Filipe Toledo e Ítalo Ferreira é a parte masculina do sexteto verde e amarelo, enquanto no feminino a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) vai selecionar  à atleta que se somará a Tatiana Weston Webb e Silvana Lima.

CBSurf na frente

Ainda festejando o sucesso da participação histórica do surfe brasileiro no Pan de Lima, Adalvo Argolo, presidente da entidade máxima do surfe nacional, parabenizou aos oito atletas que foram o Brasil na estreia de quatro modalidades existentes na CBSurf, o surfe tradicional, o surfe de longboard (pranchão), o surfe de Stand Up Paddle (Sup surfing wave), e a corrida de Stand Up Paddle (Sup race), as três últimas que garantiram quatro medalhas, duas de ouro, com Chloé Calmon e Lena Ribeiro, no surfe longboard e Sup race respectivamente, uma de prata com Vinnícius Martins também na corrida de Sup, e a de bronze com Nicole Pacelli com o Sup nas ondas de Punta Hermosa.

Orgulhosos


"Estamos muito orgulhosos destes frutos que colhemos, vivemos um novo momento histórico e muito produtivo" 

afirmou Argolo que destaca também que " a excelente fase vai ter sequência com as Olimpíadas de Tóquio marcando a estreia do surfe como modalidade olímpica, em especial porque estaremos presentes com uma forte representação formada desde a nossa base, o que ajudou o surfe do Brasil estar na destacada posição rumo a Tóquio 2020, de onde queremos trazer o ouro e a prata, tanto no feminino quanto no masculino".

Apoio

O dirigente também se mostrou satisfeito com o prestígio que o surfe vem granjeando junto a instituições como o Comitê Olímpico do Brasil e vislumbra um apoio maior do Governo Brasileiro para a manutenção o crescimento no alto rendimento e na base.

"A recente presença do surfe em cerimônia no Palácio do Planalto,  através de nossos atletas medalhistas conosco a frente, foi mais uma demonstração de que estamos no rumo certo" reforçou Adalvo Argolo.

Sucesso repetido

A CBsurf conta que, no próximo final de semana em São Chico, se repita o sucesso da abertura do CBSurf Junior Tour 2019 em Itacaré, Bahia, quando então São Paulo largou a frente no ranking de seleções e ainda faturou as provas Sub 14, com Ryan Kainalo, e Sub 16 Feminina, com Isabela Saldanha.

Além do líder São Paulo, outros três estados tiveram atletas vencendo nas otimas ondas da abertura na Praia da Tiririca, a atual defensora do título Santa Catarina, com Leo Casal na Sub 16, e o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Norte na Sub 18 Feminino e Masculino, através de Júlia Duarte e Lucas Vicente Silva respectivamente.



Ranking CBSurf Seleções 2019, após a 1° etapa (Fonte www.cbsurf.com.br)


1º- São Paulo - 1000 pontos


2º- Santa Catarina – 860 pontos


3º- Bahia – 730 pontos


4º- Rio de Janeiro – 670 pontos


5º- Paraíba – 610 pontos


6º - Rio Grande do Norte – 583 pontos


7º - Ceará – 555 pontos


8º - Paraná – 528 pontos


9º - Pernambuco – 500 pontos


10º - Sergipe – 488 pontos