Quatro campeões no CBSurf Master Tour finalizando o III Rota do Mar Surf and Music

4 est4dos diferentes c4mpeões no CBSurf M4ster Tour fech4 o III Rot4 do M4r Surf 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, oceano, água, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, oceano, água, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: oceano, água, atividades ao ar livre e natureza
 
 

Na Praia de Cupe, Ipojuca, PE,  com o CBSurf Master fechando o III Rota do Mar Surf and Music, se na segunda de quatro finais, a Grand Master, apenas no critério de desempate pela maior nota Saulo Carvalho, da Paraíba, perdeu o titulo para Pedro Lima, de Pernambuco, no entanto na decisão seguinte, a Kahuna, outro paraibano, Fábio Gouveia, oficialmente cidadão pernambucano desde o mês passado, garantiu o título de virada em cima do baiano Jojó de Olivença no "segundo tempo" dos vinte minutos do confronto em que, com totais 18 pontos (9,33 e 8,67 somados) deixou não só o ilheense em vice, 

mas sem chances, a exemplo do cearense terceiro Rogério Dantas e do pernambucano quarto Maurício Bandeira,  de tomar o título com a troca de apenas uma pontuação em onda seguinte a média recorde, mesmo se um deles obtivesse a máxima nota 10, a chamada "combinação", o que ocorreu em outras duas finais e equivale a um "7 a 1" no surfe.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, oceano, água, atividades ao ar livre e natureza


O primeiro de quatro  campeões definidos foi justamente na que Jojó de Olivença passa a integrar já vencendo: a Grand Kahuna, que exige mínimos 50 anos de idade, que só ano passado ele alcançou e que já possuiam seu vice  Carlos "Pereira" Miranda, das Alagoas, e outros dois cinquentões : o cearense Cardoso Júnior e o pernambucano defensor do título Cláudio Marroquim respectivamente terceiro e quarto, e trio que, entre finalistas, foi que experimentou a primeira das "combination".
Na final da divisão que dá nome ao circuito de veteranos da Confederação,  
a Máster, Danilo Costa, representante potiguar, venceu com 16,5 pontos de média total, enquanto o cearense em duas finais Rogério Dantas só lhe tomaria o titulo acima de 35 anos com inalcançada nota 9,33 em final que Júnior Rocha, potiguar terceiro, e Álvaro Bacana, representando Santa Catarina, sofreram combinação do campeão nas ondas do point do Borete, o trecho da Praia do Cupe, que é das paradisíacas vizinhas da igualmente ipojucana e ainda mais famosa Porto de Galinhas, palco no penúltimo dia da parte musical do III Rota do Mar Surf and Music.
BATERIA ANTERIOR:
1 - FABIO GOUVEIA (PB) - 18,00 , 2 - JOJO DE OLIVENCA (BA) - 12.10 , 3 - ROGERIO DANTAS (CE) - 11.93 , 4 - MAURICIO BANDEIRA (PE) - 9.76
PROXIMA BATERIA: