Novidades

COMUNICADO INSCRIÇÕES/02 (2)

Cartaz 2 etapa ParaA Confederação Brasileira de Surf vem através desta informar que estão abertas as inscrições para 2ª ETAPA DO CIRCUITO BRASILEIRO DE SURF.

A 2ª ETAPA DO CIRCUITO BRASILEIRO DE SURF será de 03 a 05 de abril 2015 em Salinópolis, Pará.

INSCRIÇÕES:

Até 27 de março • Categoria: Pró junior R$ 130,00 (18 anos) • Demais categorias: R$ 110,00

Conta Corrente: Banco Bradesco AG: 1172-0, C/C 23125-8. Confederação Brasileira de Surf, CNPJ 02.995.720/0001-60

Enviar comprovante de depósito para email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Após esta data: local do evento • Pro Junior R$ 150,00 • Demais categorias R$ 130,00

PREMIAÇÃO: • PRO JUNIOR: R$ 10.000,00 • OPEN: MOTO 0 km • DEMAIS CATEGORIAS: PRANCHAS E KITS

• Hospedagem • Translado Belém a Salinópolis Informações através do email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. Salvador, BA 12 de março de 2015

Atenciosamente, Secretaria CBS 

Dirigente apresenta proposta para incluir surfe nas Olimpíadas de Tóquio

Presidente da International Surfing Association (ISA) aposta em tecnologia de piscina artificial para que modalidade entre como esporte de exibição nos Jogos de 2020

Surf nas Olimpiadas

O presidente da Associação Internacional de Surfe (ISA - Internacional Surfing Association), Fernando Aguerre, apresentou ao Comitê Olímpico Internacional (COI), na última semana, uma proposta de inclusão do surfe no programa das Olimpíadas de Tóquio em 2020. A ideia é que a modalidade entre como esporte de exibição e seja disputada em piscinas artificiais. As informações são do site da revista Surfer Magazine

- Propostas oficiais foram feitas em 2011 para inclusão nos Jogos de Tóquio 2020, mas o principal motivo da não inclusão foi a falta de tecnologia adequada para a produção de ondas. Agora já temos essa tecnologia - afirmou Aguerre.

A notícia já repercutiu entre atletas e figuras importantes do surfe. Um dos que é a favor da inclusão do esporte nas Olimpíadas é o campeão mundial Gabriel Medina. 

- Eu absolutamente adoraria surfar nas Olimpíadas. Além disso, seria uma competição forte entre os brasileiros unidos e os surfistas dos outros países. E é claro que eu iria ganhar (risos) - disse Medina.

Há também quem seja contra a proposta apresentada por Fernando Aguerre, caso do veterano surfista Damien Hobgood, que não acha adequada a inclusão do surfe nas Olimpíadas.

-  Isto pode soar como um egoísta ou uma coisa ruim, mas eu nunca vi com bons olhos a inclusão do surfe nas Olimpíadas. Tenho certeza de que há um monte de crianças lá fora que sonham em surfar nas Olimpíadas, e eu acho que isso é ótimo, mas não é algo que eu sou particularmente apaixonado. Eu amo a idéia de representar o meu país, mas sinto que eu faço isso da melhor maneira agora - comentou.

A ideia de incluir o surfe no cronograma olímpico não vem de hoje. A ISA tenta a inclusão do esporte desde os Jogos de Sydney 2000. Em 2012, a Confederação Brasileira de Surfe (CBS) lançou campanha para colocar o surfe no Rio 2016. Mesmo com o apoio do então ministro do esporte, Aldo Rebelo, a modalidade acabou ficando de fora dos Jogos.

 

FONTE: O Globo

Festival Brasileiro Amador e Baiano de Surf 2015 acontece na Fonte Nova do surf baiano

Stella Maris - Gabriel MacedoSe a Praia de Itaúna, em Saquarema, no Rio de Janeiro é considerada o Maracanã do surf, a Praia de Stela Maris, em Salvador, pode ser considerada a Fonte Nova do surf baiano

 

Um dos mais tradicionais palcos do Surf Baiano, a Praia de Stela Maris, que já foi cenário de eventos históricos como as primeiras etapas do Circuito Brasileiro, na década de oitenta, recebe, no último final de semana do mês de Julho (25 e 26) e o primeiro e dois de Agosto (1 e 2), a 3ª etapa do Baiano Amador e 2ª do Profissional e a última do Circuito Brasileiro de Surf Amador, respectivamente.

Na etapa do Baiano serão disputadas as categorias ProAm, que terá a premiação de R$ 5 mil em dinheiro além de medalhas e troféus, Sub 12, Sub 14, Sub 16, Sub 18, Feminino e Máster a cima de 35. As categorias amadores terão pranchas, blocos, kits, medalhas e troféus como premiação.

A última etapa do Brasileiro será decisiva na formação do time que irá representar o Brasil no Isa World Junior Surfing Championship Contest,  evento que será disputado em outubro, na Califórnia, nos Estados Unidos da América e que define os campeões mundiais júnior da International Surf Association (ISA).

Na última etapa do Circuito Brasileiro Amador, as disputas serão entre as categorias, iniciante (até 14 anos), mirim (até 16), Pro/Junior (até 21), Feminino Junior (até 18) e Open (sem limite de idade) masculino e feminino. A premiação do Brasileiro para Iniciante, Mirim, Open e Feminino Júnior e Open será feita com pranchas, blocos, kits, medalhas e troféus. A Pro Junior também terá R$ 5 mil além de medalhas e troféus.

Festival Brasileiro Amador e Baiano de Surf 2015 tem a organização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), Federação Baiana de Surf (FBSurf) e da Associação de Surf e Ecologia de Stella Mares (ASESM).